Paisagismo corporativo

Está faltando vida em seu local de trabalho?
Pois saiba que não é preciso ter áreas externas para tornar o seu escritório mais agradável e em contato com a natureza.
Ambientes corporativos podem (e devem) oferecer condições de trabalho adequadas aos usuários e o paisagismo nessas áreas consegue resgatar o bem estar muitas vezes inexistente em escritórios frios e monocromáticos.
As soluções são bem variadas e hoje vão muito além da velha conhecida ráfis (Rhapis excelsa), uma palmeira presente na maioria dos escritórios por sua resistência e boa adaptação em ambientes internos.
Hoje é possível contar com os versáteis muros verdes, que podem ser implantados tanto em áreas externas como internas, transformando paredes sem uso em verdadeiras obras de arte.

muros verdes em área interna corporativa
Os vasos vitrificados também são ótimas opções para levar cores vibrantes aos ambientes corporativos, pois podem ser encontrados em diversos portes e formatos, oferecendo liberdade criativa aos paisagistas responsáveis pelo projeto.

vasos vitrificados da oficina da terra

Melhores condições de trabalho

Escritórios devem ter boa iluminação e ventilação natural, além de espécies adequadas a interiores, de fácil manutenção e adaptação.
Confira algumas vantagens em implantar o paisagismo nos ambientes de trabalho:
  • Melhora da qualidade do ar interno;
  • Redução dos níveis de ruídos e poeira;
  • Aumento da eficiência de trabalho;
  • Melhora da imagem do local a clientes e funcionários.
As plantas nos ambientes de trabalho podem reduzir os afastamentos por doenças ou mal estar e aumentar consideravelmente a produtividade das empresas, portanto não pense duas vezes em implantar novos ares em seu escritório, as vantagens são inúmeras e valem para todos.Link
Anúncios

Boskke Brasil natureza em vaso invertido

1_-_Boskke_14
 
A Boskke chegou para liderar a evolução da jardinagem. Adaptamos as ferramentas e os produtos convencionais do ramo para complementar o estilo de vida urbana contemporânea.
Nossa empresa incentiva o uso de flores e plantas em decorações criativas e leva a natureza para dentro de casa e  local de trabalho.
 
 
Acreditamos que um espaço com muitas plantas não é só bonito e decorativo, também aumenta o oxigênio e filtra o ar, trazendo maior vitalidade para o ambiente. Essas são as razões por quais desenvolvemos nossos produtos.
1_-_Boskke_520x390_6
 
1_-_Boskke_16
 
Em pouco mais de uma década, mais da metade da população viverá em áreas densamente povoadas  em ambientes urbanos.
A Boskke assumiu a responsabilidade de melhorar a vida nas cidades com a ajuda de equipamentos de jardinagem evoluídos que são fácil de utilizar e elegante de se olhar.
 
1_-_Boskke_20
Conviver com plantas se torna fácil com os nossos produtos, independente de ser ambiente interno ou externo – grande ou pequeno.
1_-_Boskke._520x390
1_-_Boskke_3
Boskke – a idéia por trás da marca:
A palavra deriva de ‘bosky’ que no inglês antigo significa ” pequena floresta , bosque”, que é exatamente o que você poderá criar com nossos designs.  
1_-_Boskke
Sobre o Sky Planter:
O Sky Planter, produto pioneiro da empresa, foi desenvolvido por Patrick Morris e modificou por completo a maneira em que mantemos plantas. Literalmente colocando a jardinagem de pernas para ar, o Sky Planter te dá a oportunidade de tirar seus vasos dos cantos escondidos elevando-os ao alto para a apreciação da beleza das plantas de uma maneira inusitada.
1_-_Boskke_1
  • Desafia a gravidade, o Sky Planter inova totalmente o conceito cultivar plantas e flores em casa e no trabalho.
  • Dá a oportunidade de tirar seus vasos dos cantos escondidos, elevando-os ao alto para a apreciação da beleza das plantas de uma maneira inusitada.
  • Reduz a rega das plantas em até 80%.
  • Purifica o ar através de filtros naturais da planta.
  • É uma solução prática para pequenos espaços.
1_-_Boskke_2_180x254 1_-_Boskke_19_180x253 1_-_Boskke_21_169x254

Prédio: sai o concreto, entram as plantas. Veja o projeto


Prédio orgânico, no Japão, é revestido com bolsos cheios de flores

Os jardins verticais são ótimos em projetos paisagísticos nos quais não há espaço suficiente para um jardim comum, com plantas vistosas e árvores. Que tal, então, aplicar esse mesmo conceito em um prédio? Foi isso que o arquiteto italiano Gaetano Pesce pensou ao projetar o Organic Building, em Osaka, no Japão. O exterior do edifício, concluído em 1993, é coberto com grandes vasos de aço com acabamento vermelho e mais de 80 tipos de plantas nativas. O controle de irrigação é computadorizado, o que facilita a manutenção da obra de arte a céu aberto.
Editora Globo

O prédio possui mais de 80 espécies de plantas
Editora Globo

As espécies ficam suspensas em painéis
Editora Globo

O irrigamento do jardim é computadorizado

Prédio: sai o concreto, entram as plantas. Veja o projeto


Prédio orgânico, no Japão, é revestido com bolsos cheios de flores

Os jardins verticais são ótimos em projetos paisagísticos nos quais não há espaço suficiente para um jardim comum, com plantas vistosas e árvores. Que tal, então, aplicar esse mesmo conceito em um prédio? Foi isso que o arquiteto italiano Gaetano Pesce pensou ao projetar o Organic Building, em Osaka, no Japão. O exterior do edifício, concluído em 1993, é coberto com grandes vasos de aço com acabamento vermelho e mais de 80 tipos de plantas nativas. O controle de irrigação é computadorizado, o que facilita a manutenção da obra de arte a céu aberto.
Editora Globo

O prédio possui mais de 80 espécies de plantas
Editora Globo

As espécies ficam suspensas em painéis
Editora Globo

O irrigamento do jardim é computadorizado

Paisagismo Vertical

Vantagens

 Redução da poluição sonora ( plantas funcionam como revestimento acústico)


Redução da poluição visual ( substituição do concreto pelas plantas – evita pichações)



Equilibra a temperatura interna do ambiente


Redução da poluição do ar

  Algumas técnicas muito simples de montagem desses quadros de arte viva.
Esse pequeno quadro trás cerca de 6 espécies de suculentas e possui uma moldura trabalhada que ficou belíssima com o tom azulado das echeverias.

Indiscutivelmente, isso é arte!


Como um vaso, porém pendurado na parede.


Lindíssima combinação de cores.




A madeira em tons naturais são os que mais me agradam.


Tamanhos e formatos diferentes das molduras, mas semelhança na escolha das suculentas cria uma unidade.Gostou? quer saber como fazer? então vamos às técnicas.

Tela:


Uma simples moldura de madeira foi criada e uma tela foi fixada a um dos lados, acima da tela foi pregado a moldura de madeira escolhida, funciona como uma caixa com o fundo fechado.

A caixa preenchida com o substrato preparado e próprio para suculentas.

Nos espaços da tela as suculentas são posicionadas, de maneira que haja uma harmonia. Espécies como echeverias, graptopetaluns, aeoniuns e seduns são ótimas opções, pois possuem formatos de roseta e ficam excelentes nesse tipo de plantio.


Depois de plantados na horizontal, as molduras devem aguardar cerca de um mês para que as suculentas fixem suas raízes completamente e fiquem seguras quando forem penduradas na vertical.

Com o auxílio de um palito, os caules ganham espaço entre a terra mais facilmente.

Nesse modelo, a tela utilizada foi a de galinheiro, e o musgo esphagum foi misturado ao substrato, permitindo que as suculentas fossem plantadas após o quadro na vertical, já que o musgo dá mais sustentação e leveza.


Feltro:
O feltro é muito utilizado em painéis e quadros vivos, aqui é mais uma ideia para execução.




Fibra de coco:


O procedimento da montagem da base é o mesmo, porém ao invés de tela, é colocado a manta de fibra de coco e o substrato é colocado antes da fibra ser fixada.


Para a colocação das suculentas, a fibra é cortada com estilete e as espécies são colocadas com as raízes e com o parte do próprio substrato dos vasos.
Esse é o resultado, as plantas não ficam tão próximas e a fibra fica aparente, mas espécies que são pendentes podem ser utilizadas e cobrirão os espaços com o tempo.



Tijolos:

     

     “Quando o assunto é tamanho, os quadros deixam de ser práticos devido ao peso e é aí que e entram os painéis modulares, formando qualquer dimensão de parede. Esses painéis modulares, são fabricados em plástico e possuem células que comportam o substrato e as plantas e podem ter sistema de irrigação próprio”.
Painel modular de plástico isolado.


Painéis em conjunto.


Painéis formando um único quadro.


Painel na área externa de churrasqueira.


Painel em área interna de banheiro.


Montagem de painéis.


Horizontal e vertical.


Muros…


quadros…


… ou fachadas inteiras.