Horta Vertical


O produto é uma horta vertical para ser usado principalmente nas grandes cidades, onde o espaço é reduzido. A horta é construída em 3 níveis de plantio, ou seja, sua produção será multiplicada por 3 considerando a mesma área necessária.


A Horta Vertical Verde Vida não é diferenciada apenas por possuir 3 níveis de plantio, o que lhe garante inovação é que os 3 níveis de plantio contam com um sistema de irrigação próprio, autoajustável ao consumo das plantas. Este sistema permite que qualquer pessoa consiga produzir ervas e hortaliças em casa, mesmo pessoas com pouquíssimo conhecimento sobre o  assunto.  As plantas absorvem somente a água que necessitam para seu ótimo desenvolvimento. 



O sistema de irrigação garante fornecimento de água de 14  a 30 dias, variando em função de temperatura, vento e umidade relativa do ar.  O importante é que por no mínimo por 14 dias*,  em épocas de verão forte a horta é capaz de fornecer água as suas plantas de forma perfeita e de maneira autômata.




Outro ponto de destaque da horta são os rodízios que já vem de série com o produto. Os rodízios facilitam o deslocamento da horta e também o seu giro, permitindo que
 todas as plantas recebam sol para um ótimo desenvolvimento.  


A horta é fabricada em material plástico, principalmente reciclados, contribuindo para retirada de materiais altamente contaminantes do meio ambiente.





A horta vem com todos os materiais necessários a uma ótima produção de ervas e hortaliças.  Acompanha a horta uma quantidade calculada de rocha expandida para ser disposta no fundo dos vasos, sob o solo,
 para drenagem e
filtragem do mesmo.  

Também vem com 3 plaquetas de identificação de plantas, assim você poderá identificar as plantas e evitar confusões na hora da colheita.L
ink


 



















                                                                                                  Plantio de Couve





Plantio de Pimentão



























Plantio de Alface:


































Plantio de Rúcula

MINHA HORTA DE TEMPEROS


A hortelã é uma das ervas mais conhecidas do mundo – até na Bíblia há menções sobre essa planta de folhas recortadas e aromáticas. Conta a mitologia grega que Zeus andava pela terra disfarçado de mortal, buscando pão e água. Depois de ser ignorado por várias pessoas, encontrou um casal de camponeses idosos que o acolheu: eles lhe deram de comer sobre uma mesa enfeitada com hortelã. Em agradecimento à comida, o deus transformou o casebre dos camponeses em um belo palácio. Essa lenda transformou a hortelã em símbolo de hospitalidade e até hoje um canteiro dessa erva nos transmite uma sensação de bem-estar.Nome popular



O escritor inglês William Shakespeare dizia que a rainha das fadas morava em um pé de tomilho. Se a criatura mágica em questão for a Fada do Dente, faz todo o sentido: do tomilho é extraído o timol, substância usada tanto na fabricação de pasta de dente quanto em anticépticos bucais. Mas os poderes mágicos do tomilho não param por aí. Por seu sabor picante, mentolado e ligeiramente amargo, essa erva tem largo uso na cozinha, emprestando sabor a peixes, carnes, molhos e licores.



Da próxima vez que comer um pesto de manjericão ou se deleitar com uma pizza marguerita, agradeça duplamente aos italianos — foram eles que trouxeram para o Brasil as primeiras sementes de manjericão (e também as receitas de pizza, como se sabe). Usada na culinária asiática há séculos, essa folha perfumada ganhou o mundo por seu sabor inconfundível e sua facilidade de cultivo.



Em termos botânicos, é um quase nada o que difere um pimentão de uma pimenta, sabia? Da pimenta-malagueta ao exótico pimentão-amarelo, passando por variedades com maior ou menor picância, todas fazem parte do grupo Capiscum. Como as folhas e flores são muito semelhantes, a maior diferença desses condimentos entre si é mesmo a cor e o formato do fruto.




O tomate coleciona recordes. Possui dezenas de variedades, está presente em todo o mundo, é consumido de todas as formas, de sucos e saladas a sopas e molhos. Pode ser preparado de qualquer maneira: frito, assado, cozido, refogado. Junto com o morango, lidera a lista de alimentos naturais mais carregados de agrotóxicos.




A salsinha é o tempero mais comum do mundo, presente em praticamente um prato típico de cada país. Originária do Mediterrâneo, ela pode ser vista em qualquer vaso, canteiro, quintal ou terreno minimamente fértil. Há pelo menos dez variedades desse tempero, que diferem no formato das folhas, mais crespas na salsinha-francesa, por exemplo, e menores na salsa brasileira, mas igualmente saborosas.Link Fotos Carol Costa

Horta na janela – como fazer




Fonte





Que tal fazer uma horta na janela de sua casa ou apartamento ? E unir sua experiência à de várias pessoas ao redor do mundo ? Pois se una à rede Our Windowfarms e seja feliz, além de ajudar o meio ambiente de sua cidade. Veja a palestra deBritta Riley e saiba mais sobre como fazer isso.
 

Um post no facebook da amiga Samantha Shiraishi (que escreve, entre outros, o blog todo bacana  A Vida como a Vida quer )
me fez pesquisar sobre o uso de garrafas pet em hortas caseiras.  E achei coisas MUITO interessantes. Principalmente em como fazer. Vejam abaixo algumas de minhas descobertas na web:
Olhem essa ideia de usar a horta como uma cortina. Legal, né. As garrafas são sustentadas por cordões de aço e ficam uma sobre as outras, assim a água que vai na garrafa de cima passa para a debaixo, até chegar na última que é vazia e recolhe o excesso de água.

Fonte
Fonte


E tem esse daqui feito com uma vara de bambu que segura as garrafas da horta. E se clicar AQUI vai ver todo o processo de como foi feito. 


Como fazer: Clique AQUI


Como fazer : Clique AQUI
Link

A Família Horta

Algumas pessoas fazem parecer tão fácil. No final da tarde de verão,  Christine Chitnis vai para sua horta comunitária para cuidar de legumes e leva suas crianças no reboque.  Aqui estão os segredos para criar um jardim para crianças:
Fotografias de Christine Chitnis .
crianças horta por Christine Chitnis via gardenista

 

Dica n º 1: Deixe de lado suas expectativas. As crianças querem “ajudar”, e isso significa que não haverá plantas que ficam arrancadas, ervas que recebem mais irrigada, produção que é captado antes de seu tempo, e vasos que se derrubado, diz Chitnis. Tudo isso é uma coisa boa.
“Ao permitir que as crianças  ajudem, e dando-lhes o espaço para ficar confusos e cometerem erros, você vai alimentar o seu amor pela jardinagem”, diz ela.
 
tomates em crianças horta por Christine Chitnis via gardenista

Dica n º 2:   Plante legumes e frutas que seus filhos gostam e alguns que não. 
 “Uma vez que eles podem ajudá-los a crescer, e buscá-lo diretamente a partir da videira, eles podem mudar as suas mentes.”
crianças na horta por Christine Chitnis via Gardenista
“Meu filho alegou que ele não gosta de tomates”, diz ela. “Mas quando eu deixei-o pegar alguns tomates cereja doces , ele decidiu que era seu favorito.” 
 
sweetpeas em crianças do jardim por Christine Chitnis por Gardenista
 
Dica No: 3 : Prepare-se para o sucesso, preparando o terreno, por assim dizer, para o sucesso.Cultivo de hortaliças em canteiros “é a melhor ideia, na minha humilde opinião, o solo é tão rico e as ervas daninhas tão poucos”, diz ela. 
colheita de rabanete crianças horta por Christine Chitnis via Gardenista
 
“Meu jardim certamente não parece perfeito, mas é um lugar onde os meus meninos são bem-vindos e encorajados a sujar as mãos”, diz Chitnis. 
 
crianças horta revista por Christine Chitnis via Gardenista
 
Dica n º 4 : Mantenha um diário, gravação de sucessos (e fracassos) que seus filhos podem percorrer com você durante os meses de inverno. Ele também irá lembrá-lo que você quer plantar, no ano que vem.
Christine Chitnis com galinhas no jardim através Gardenista
 
Dica n º 5 : Torná-lo um assunto de família. “Nós todos nos ajudamos no jardim e com as galinhas”, diz Chitnis. As crianças adoram as tarefas que envolvem pás, ancinhos e outros instrumentos, para não mencionar as mangueiras e regadores “.
 
jardim crianças galinheiro por Christine Chitnis via Gardenista
 
 
tenda em crianças horta por Christine Chitnis via Gardenista
 
Dica n º 6: Stake suas ervilhas assim que eles começam a brotar. Caso contrário? Eles vão se transformar em “um emaranhado desastre”, diz Chitnis.
teepee detalhes crianças horta por Christine Chitnis via Gardenista
 Claro … “ainda estamos recebendo uma grande quantidade de ervilhas”, diz Chitnis.
canteiros em crianças horta por Christine Chitnis via Gardenista
Acima: “Nós carregamos nossa cesta cheia de couve, espinafre, alface e ervilhas”, diz Chitnis “, e fazer o nosso caminho para casa para começar o jantar.”Link

Horta feita com garrafas pet

Floreira feita com duas garrafas pet
 Por Sherol Vinhas
Lembro que minha avó usava latas de tinta de parede como vasos, pendurados ao longo do muro no quintal. Naquela época da minha infância, reciclar era uma palavra que ainda não existia, mas tenho muito orgulho em lembrar que a minha vozinha já tinha, naqueles anos, um senso evoluído de cuidado com a natureza.

 Como Fazer:
Separe 2 garrafas pet de 2 litros, uma tesoura bem afiada, estilete e uma caneta marcadora de cd.
Corte a ponta das garrafas Encaixe as garrafas e marque com caneta
Corte as pontas das garrafas bem na marca da dobra do corpo, como na imagem. Encaixe uma na outra com uma boa margem e marque com a caneta onde cortará a abertura do seu vaso.
Recorte onde marcou Fixe as garrafas com grampeador
Desencaixe para ficar mais fácil de recortar, e corte na marcação. Encaixe novamente uma na outra e fixe.

 

Também dá para fazer furos nessa junção e fixar usando arames, ou ainda amarrar com fio de nylon. Para ficar bem firme é preciso fazer vários furos ao longo da emenda.
MArque onde fará os furos para os pés Recorte os furos
Depois de fixas as partes, use o gargalo para marcar o suporte dos pés. Com a tesoura bem afiada recorte onde você marcou.
Para os pés você usará as duas pontas das garrafas cortadas lá no início. Cada corpo de garrafa terá o seu pé.
Encaixe o gargalo no furo Finalize sua floreira e plante as mudas
Encaixe o gargalo da garrafa no furo por fora do corpo. Atarraxe a tampa por dentro. Voilá! Seu vaso de garrafa pet está pronto, com pés, e super firme.
Agora é só fazer mais furos na base do seu vaso para escoar bem a água e decorar a sua garrafa pet do modo que você preferir. Uma boa dica é usar tinta PVA para artesanato e colorir a superfície com desenhos bem alegres.Link