Jardins…

“Sei que é no sonho que os jardins existem, antes de existirem do lado de fora. Um jardim é um sonho que virou realidade, ….”
” A natureza revela então a sua exuberância num desperdício que transborda em variações que não esgotam nunca, em perfumes que penetram o corpo por canais invisíveis, em ruídos de fontes ou folhas… O jardim é um agrado no corpo. Nele a natureza se revela amante. E como é bom!”


Anúncios

Ótimo SÁBADO !

“Não me sinto insubstituível… Não passo de grama que cresce no chão; quando a grama morre, nasce outra no lugar…”

– (BACCELLI, Carlos. O Evangelho de Chico Xavier. São Paulo: Didier, 2000, p. 133)