Com formato de PALMEIRA, arranha-céu pode ser erguido sobre o oceano

Organizado desde 2006 pela revista norte-americana eVolo, o concurso Skyscraper Competition é referência entre os fãs da arquitetura de arranha-céus e, recentemente, revelou os ganhadores da edição de 2013.

Entre as menções honrosas, um dos destaques é o utópico edifício New Atlantis, uma verdadeira cidade vertical desenhada pelo arquiteto Adam Dayem.

Trata-se de uma proposta de habitação para os moradores da ilha I-Kiribati, no Pacífico Sul., que se recusaram a evacuar o local, apesar de seu território estar em processo de desaparecimento.

A proposta poderia ser erguida sobre o próprio oceano, com as fundações ancoradas a mais de 30 metros de profundidade no solo.

A volumetria do edifício-cidade assemelha-se a uma palmeira. O projeto prevê autossuficiência de usos e inclui, entre os diferentes usos, uma fazenda vertical, áreas de beneficiamento, lojas, hospital, escola, além de habitação e comércio.

Anúncios

Com formato de PALMEIRA, arranha-céu pode ser erguido sobre o oceano

Organizado desde 2006 pela revista norte-americana eVolo, o concurso Skyscraper Competition é referência entre os fãs da arquitetura de arranha-céus e, recentemente, revelou os ganhadores da edição de 2013.

Entre as menções honrosas, um dos destaques é o utópico edifício New Atlantis, uma verdadeira cidade vertical desenhada pelo arquiteto Adam Dayem.

Trata-se de uma proposta de habitação para os moradores da ilha I-Kiribati, no Pacífico Sul., que se recusaram a evacuar o local, apesar de seu território estar em processo de desaparecimento.

A proposta poderia ser erguida sobre o próprio oceano, com as fundações ancoradas a mais de 30 metros de profundidade no solo.

A volumetria do edifício-cidade assemelha-se a uma palmeira. O projeto prevê autossuficiência de usos e inclui, entre os diferentes usos, uma fazenda vertical, áreas de beneficiamento, lojas, hospital, escola, além de habitação e comércio.

PALMEIRA TIGER PALM

NOMENCLATURA BOTÂNICA: BURRETIOKENTIA VIELLARDII
NOME COMUM: TIGER PALM
ORIGEM: NOVA CALEDÔNIA
ALTURA: ENTRE 10 E 18 METROS
LUMINOSIDADE: LUZ FILTRADA, SOMBRA PARCIAL
CLIMA: TROPICAL E SUBTROPICAL
SOLO: ALCALINO, ÚMIDO E COM BOA DRENAGEM
PALMEIRA DE PORTE MÉDIO E TRONCO SOLITÁRIO COM PALMITO INCHADO E TIGRADO, EXTREMAMENTE ORNAMENTE E REQUISITADA PAISAGISTICAMENTE MUNDO A FORA.

NATIVA DA ILHA DE NOVA CALEDÔNIA, ONDE CRESCE EM FLORESTAS TROPICAIS E SUBTROPICAIS.

FOLHAS PINADAS SÃO APOIADAS POR UM ABAULADO PALMITO, PRIMOROSAMENTE MARCADO PINCELANDO LISTRAS TIGRADAS O QUE REMETE A SEU NOME COMUM DE TIGER PALM.

SEMENTES RARÍSSIMAS, ESPÉCIE MUITO REQUISITADA POR COLECIONADORES.

UM VERDADEIRO ESPETÁCULO DA NATUREZA.Link

clique na imagem para ampliar

BURRETIOKENTIA VIELLARDII - PALMEIRA TIGER PALM BURRETIOKENTIA VIELLARDII - PALMEIRA TIGER PALM BURRETIOKENTIA VIELLARDII - PALMEIRA TIGER PALM BURRETIOKENTIA VIELLARDII - PALMEIRA TIGER PALM
BURRETIOKENTIA VIELLARDII - PALMEIRA TIGER PALM BURRETIOKENTIA VIELLARDII - PALMEIRA TIGER PALM BURRETIOKENTIA VIELLARDII - PALMEIRA TIGER PALM

PALMEIRA DIAMANTE

NOMENCLATURA BOTÂNICA: JOHANNESTEIJSMANNIA ALTIFRONS
NOME COMUM: PALMEIRA DIAMANTE, PALMEIRA JÓIA, PALMEIRA JÓIA DE DIAMANTE
FAMILIA: ARECACEAE
ORIGEM: TAILÂNDIA, MALÁSIA, SARAWAK OCIDENTAL, KALIMANTAN E SUMATRA
ALTURA: 3 – 6 METROS
LUMINOSIDADE: MEIA SOMBRA, SOMBRA
JOHANNESTEIJSMANNIA ALTIFRONS OU JOEY PALM É UMA PALMEIRA SUBLIME COM FOLHAS EM FORMA DE DIAMANTES, PLISSADAS AO LONGO DE SEU COMPRIMENTO. ELAS PODEM SER TÃO LONGAS COMO 6 METROS, SÃO INDIVISIVEIS E MUITO SEMELHANTES EM TEXTURA COM O COURO.

ESTA PALMEIRA NÃO POSSUI TRONCO E SUA INFLORESCÊNCIA É INSIGNIFICANTE, SEM INTERESSE ORNAMENTAL. ORIGINÁRIA DA ÁSIA, ONDE CRESCE EM SUB-BOSQUES SOB ÁRVORES DE GRANDE PORTE, EM ALTITUDES QUE PODEM VARIAR DE 200 A 1200 METROS.

ESPÉCIE AMEAÇADA PELO DESMATAMENTO E COLHEITA DE SUAS FOLHAS E SEMENTES. SUAS FOLHAS SÃO ALTAMENTE VALORIZADAS PARA COBERTURA DE PAREDES E TELHADOS; SÃO CORTADAS E VENDIDAS PARA ESSES FINS NA PENINSULA DA MALÁSIA. A COLHEITA PERIÓDICA DE SUAS FOLHAS AO LONGO DO TEMPO; AFETARAM NEGATIVAMENTE A PRODUÇÃO DE FRUTOS E LEVARAM AO DECLINIO NATURAL DE SUA REGENERAÇÃO.

SUA NOMENCLATURA BOTÂNICA FOI DADA EM HOMENAGEM A JOHANNES ELIAS TEYSMANN, UM BOTÂNICO HOLANDÊS QUE TRABALHAVA NA INDONÉSIA NO INICIO DO SÉCULO (XIX – 19).

A ESPÉCIE É EXIGENTE EM SOLOS MUITO BEM DRENADOS, CRESCE MELHOR EM SOLOS RICOS EM NUTRIENTES E COM PROTEÇÃO PARA ILUMINAÇÃO SOLAR DIRETA, PREFERE SEU CULTIVO A MEIA SOMBRA OU SOMBRA. JOEY PALM PODE CRESCER EM TODAS AS REGIÕES DO BRASIL, MAS É TIPICAMENTE UMA PALMEIRA DE CLIMAS TROPICAIS, CALOR E UMIDADE É O QUE ELAS MAIS APRECIAM, APESAR DE SER CULTIVADA EM DIVERSAS PARTES DO MUNDO COM CLIMAS COMPLETAMENTE ADVERSOS AOS REQUISITOS QUE LHE SÃO CONFERIDOS. EM REGIÕES ONDE OCORRE GEADA E TEMPERATURA INFERIOR A (0º C), A PALMEIRA DIAMANTE DEVE SER CULTIVADA EM INTERIORES OU EM ESTUFAS.

JOEY PALM É UM BELÍSSIMO EXEMPLAR PARA CULTIVO EM VASOS ADORNANDO INTERIORES.

CERTAMENTE, UMA DAS MAIS BELAS E IMPRESSIONANTES PALMEIRAS DO MUNDO, UM EXEMPLAR MAGNIFICO.

SEMENTES MUITO FRESCAS

clique na imagem para ampliar

JOHANNESTEIJSMANNIA ALTIFRONS - PALMEIRA DIAMANTE JOHANNESTEIJSMANNIA ALTIFRONS - PALMEIRA DIAMANTE JOHANNESTEIJSMANNIA ALTIFRONS - PALMEIRA DIAMANTE JOHANNESTEIJSMANNIA ALTIFRONS - PALMEIRA DIAMANTE
JOHANNESTEIJSMANNIA ALTIFRONS - PALMEIRA DIAMANTE JOHANNESTEIJSMANNIA ALTIFRONS - PALMEIRA DIAMANTE JOHANNESTEIJSMANNIA ALTIFRONS - PALMEIRA DIAMANTE JOHANNESTEIJSMANNIA ALTIFRONS - PALMEIRA DIAMANTE
JOHANNESTEIJSMANNIA ALTIFRONS - PALMEIRA DIAMANTE JOHANNESTEIJSMANNIA ALTIFRONS - PALMEIRA DIAMANTE JOHANNESTEIJSMANNIA ALTIFRONS - PALMEIRA DIAMANTE JOHANNESTEIJSMANNIA ALTIFRONS - PALMEIRA DIAMANTE
JOHANNESTEIJSMANNIA ALTIFRONS - PALMEIRA DIAMANTE JOHANNESTEIJSMANNIA ALTIFRONS - PALMEIRA DIAMANTE JOHANNESTEIJSMANNIA ALTIFRONS - PALMEIRA DIAMANTE  Link