Uma flor que apaixona

São encontradas pelo menos cem espécies de tulipas, com feições e cores múltiplas
Tulipas
Embora muitos acreditem que as tulipas procedam da Holanda, elas provêm da Turquia e foram transportadas para o território holandês aproximadamente em 1560, quando Conrad von Gesner, estudioso de botânica, as classificou. A escolha do nome se baseou no termo ‘tulipan’, que tem o significado de ‘turbante‘, nome justificado pela morfologia da flor, que é similar a um tipo de touca usada pelos orientais. Há quem diga, também, que a tulipa veio da China, e posteriormente se disseminou pelas regiões do Cáucaso e da Pérsia.
Há uma estória interessante na Holanda. Dizem que havia uma flor que era incapaz de se fixar em qualquer lugar. Das montanhas no Casaquistão, o bulbo da flor vagueou pela Pérsia, China e Turquia. Até que um cientista holandês levou o bulbo consigo para um pequeno país Europeu. Lá a flor apreciou o clima e o solo, e os habitantes se apaixonaram imediatamente pela flor, tornando-a logo um símbolo nacional. Parece uma estória de conto de fadas, mas essa é a verdadeira estória da tulipa.
Realmente, a tulipa é uma flor que apaixona. Ela pertence à família das liliáceas e dela são encontradas pelo menos cem espécies, com feições e colorações múltiplas. Hoje, além de inúmeros espécimes, existem incalculáveis híbridos em variadas cores e tonalidades.
No Brasil, a cultura desta planta se deve ao empenho do produtor Klaas Schoenmaker, proprietário da fazenda Terra Viva, localizada em Holambra.
Anualmente o cultivo delas se amplia.
Este é realmente um feito, pois este vegetal não se amolda muito bem às temperaturas do Brasil. Mas pode-se estimular a tulipa a produzir pelo menos mais uma leva de flores ao se recriar, no solo brasileiro, o clima de seu recanto natural.
Além disso, a planta deve ser preservada em um canto luminoso e no qual a temperatura permaneça amena, pois vento e sol intenso são adversários das tulipas. Algumas pessoas chegam a depositar gelo sobre a terra contida no vaso, pelo menos duas vezes ao dia, para reduzir o calor.
Uma tulipa dura aproximadamente dez dias. O ideal é que, após a perda do frescor das flores, elas sejam aparadas junto com a folhagem.Link

Nancy Thame

Anúncios

16 abr 2012 Keukenhof – O Jardim de Flores mais Bonito do Mundo

 A cada primavera é um dos lugares mais fotografados do mundo.
por Marcella Wisbrun
Localizado em Lisse, bem perto de Amsterdam, e fácil de chegar via transporte público, o  “Keukenhof” não é um simples jardim de flores, mas um verdadeiro parque temático! São sete milhões de flores – das quais 4,5 milhões são tulipas – espalhadas por doze jardins temáticos.
O parque encanta pessoas de todas as idades. Além de passear entre as flores, existem várias outras formas para os visitantes desfrutarem das lindas paisagens deste jardim. Há como alugar bicicletas para passear ao redor do parque (5 km) ou, inclusive, explorar os campos de flores ao redor (10-40 km), e o passeio de barco também é uma bela opção.
O “Keukenhof” deseja também inspirar seus visitantes, para que possam recriar a beleza em seus próprios jardins. Para isso os “jardins de inspiração” dão um empurrãozinho. Outras atrações interessantes são o labirinto, parque para fazer pique-nique, dois parquinhos e um mini zoológico para crianças e uma exposição de arte no castelo. O moinho e a casa de tamancos também fazem bastante sucesso entre os turistas.
Para passar o dia entre as flores mais lindas do mundo é necessário programar-se. O “Keukenhof” abre todo ano somente durante oito semanas (2012: 22 de março até 20 de maio e 2013: 21 de março até 20 de maio). Horário de funcionamento: 08:30-19:30 horas. Entrada adulta: € 14,50 e criança: € 7,00 (crianças de 0-3 anos: entrada gratuita). Estacionamento: € 6,00. Veja o site para mais informações: www.keukenhof.nl.”

Queridas Tulipas

Tulipa
Ficheiro:TulipFestival1.jpg
Classificação científica
Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Liliopsida
Ordem: Liliales
Família: Liliaceae
Género: Tulipa

tulipa L. é um gênero de plantas angiospermas (plantas com flores) da família das liláceas.
Com cerca de cem espécies, as tulipas têm folhas que podem ser oblongas, ovais ou lanceoladas (em forma de lança). Do centro da folhagem surge uma haste ereta, com flor solitária formada por seis pétalas. Cores e formas são bem variadas. Existem muitas variedades cultivadas e milhares de híbridos em diversas cores, tons matizados, pontas picotadas, etc.
O bulbo contém alcalóides termoestáveis e cristais de oxalado de cálcio. Manipulados liberam um pó que pode provocar conjuntivitesrinites e até crises de asma.

As tulipas são originárias da Turquia e não dos Países Baixos, como o senso comum leva a imaginar. Foram levadas para os Países Baixos em 1560 pelo botânico Conrad Von Gesner. O nome da flor foi inspirado na palavra turco-otomana tülbend, posteriormente afrancesada paratulipe, que originalmente significa turbante, considerando a forma da flor invertida. Algumas referências defendem que as tulipas seriam originárias da China, de onde teriam sido levadas para as montanhas do Cáucaso e para a Pérsia.
Chinesas ou turcas, o fato é que elas se transformaram numa paixão para os neerlandeses e essa paixão foi tanta que gerou até uma especulação financeira envolvendo os bulbos desta planta, chegando a ser a quarta maior fonte de renda do país, na que ficou conhecido comomania das tulipas (ou tulipamania). A área mais antiga de cultivo de tulipas nesse país é a que circunda a cidade de Lisse. Hoje, é a flor nacional da Turquia (é nativa lá) e do Irão.
Ficheiro:Tulips-Topkapı Palace.jpg


Cultivo

Tulipas no Palácio Topkapı em IstambulTurquia.

Embora as tulipas não se adaptem bem ao clima brasileiro, é possível induzir a planta a dar, pelo menos, mais uma floração, simulando as condições climáticas do seu habitat natural para estimular os bulbos a rebrotarem.

Para isso, ao adquirir um vaso de tulipas dê preferência aos que ainda estejam com as flores em botão, permitindo-lhe usufruir da beleza da flor por mais tempo. O vaso deverá ser conservado em um local fresco e com luminosidade, evitando-se os ventos e o sol forte. Alguns colocam algumas pedras de gelo sobre o substrato (mistura de terra) no vaso, pela manhã e ao entardecer, a fim de diminuir o excesso de calor.
Tão logo as flores da planta murchem, corte-as, inclusive as folhas. Retire então os bulbos do substrato, limpe-os cuidadosamente com o auxílio de uma escova macia e mantenha-os em local fresco e arejado por cerca de 3 meses, sem deixar que se molhem.
Ficheiro:A tulipa inside.jpg
Após esse período, plante os bulbos em um novo vaso, com terra vegetal umedecida, sem que esteja encharcada. Embrulhe o vaso assim preparado em um plástico e guarde-o no congelador da geladeira durante cerca de 6 meses, a uma temperatura ideal entre 2 e 5 °C. Passado esse tempo, retire o vaso da geladeira e coloque-o em um local fresco e com boa luminosidade por mais 2 meses, mantendo a terra sempre úmida. Após esse procedimento, o vaso novamente embrulhado em plástico deve retornar ao congelador, onde deve permanecer por mais 6 meses. Concluída esta etapa, o vaso deverá ser colocado em um local iluminado: a tulipa deverá florescer num período entre trinta a cinqüenta dias.(Wikipédia)
Ficheiro:Blackhorse.jpg

Queridas Tulipas

Tulipa
Ficheiro:TulipFestival1.jpg
Classificação científica
Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Liliopsida
Ordem: Liliales
Família: Liliaceae
Género: Tulipa

tulipa L. é um gênero de plantas angiospermas (plantas com flores) da família das liláceas.
Com cerca de cem espécies, as tulipas têm folhas que podem ser oblongas, ovais ou lanceoladas (em forma de lança). Do centro da folhagem surge uma haste ereta, com flor solitária formada por seis pétalas. Cores e formas são bem variadas. Existem muitas variedades cultivadas e milhares de híbridos em diversas cores, tons matizados, pontas picotadas, etc.
O bulbo contém alcalóides termoestáveis e cristais de oxalado de cálcio. Manipulados liberam um pó que pode provocar conjuntivitesrinites e até crises de asma.

As tulipas são originárias da Turquia e não dos Países Baixos, como o senso comum leva a imaginar. Foram levadas para os Países Baixos em 1560 pelo botânico Conrad Von Gesner. O nome da flor foi inspirado na palavra turco-otomana tülbend, posteriormente afrancesada paratulipe, que originalmente significa turbante, considerando a forma da flor invertida. Algumas referências defendem que as tulipas seriam originárias da China, de onde teriam sido levadas para as montanhas do Cáucaso e para a Pérsia.
Chinesas ou turcas, o fato é que elas se transformaram numa paixão para os neerlandeses e essa paixão foi tanta que gerou até uma especulação financeira envolvendo os bulbos desta planta, chegando a ser a quarta maior fonte de renda do país, na que ficou conhecido comomania das tulipas (ou tulipamania). A área mais antiga de cultivo de tulipas nesse país é a que circunda a cidade de Lisse. Hoje, é a flor nacional da Turquia (é nativa lá) e do Irão.
Ficheiro:Tulips-Topkapı Palace.jpg


Cultivo

Tulipas no Palácio Topkapı em IstambulTurquia.

Embora as tulipas não se adaptem bem ao clima brasileiro, é possível induzir a planta a dar, pelo menos, mais uma floração, simulando as condições climáticas do seu habitat natural para estimular os bulbos a rebrotarem.

Para isso, ao adquirir um vaso de tulipas dê preferência aos que ainda estejam com as flores em botão, permitindo-lhe usufruir da beleza da flor por mais tempo. O vaso deverá ser conservado em um local fresco e com luminosidade, evitando-se os ventos e o sol forte. Alguns colocam algumas pedras de gelo sobre o substrato (mistura de terra) no vaso, pela manhã e ao entardecer, a fim de diminuir o excesso de calor.
Tão logo as flores da planta murchem, corte-as, inclusive as folhas. Retire então os bulbos do substrato, limpe-os cuidadosamente com o auxílio de uma escova macia e mantenha-os em local fresco e arejado por cerca de 3 meses, sem deixar que se molhem.
Ficheiro:A tulipa inside.jpg
Após esse período, plante os bulbos em um novo vaso, com terra vegetal umedecida, sem que esteja encharcada. Embrulhe o vaso assim preparado em um plástico e guarde-o no congelador da geladeira durante cerca de 6 meses, a uma temperatura ideal entre 2 e 5 °C. Passado esse tempo, retire o vaso da geladeira e coloque-o em um local fresco e com boa luminosidade por mais 2 meses, mantendo a terra sempre úmida. Após esse procedimento, o vaso novamente embrulhado em plástico deve retornar ao congelador, onde deve permanecer por mais 6 meses. Concluída esta etapa, o vaso deverá ser colocado em um local iluminado: a tulipa deverá florescer num período entre trinta a cinqüenta dias.(Wikipédia)
Ficheiro:Blackhorse.jpg