10 Formas de Trazer o Exterior para o Interior

Encontrei muitas sugestões nestes ambientes de como trazer o verde ou o EXTERIOR para o INTERIOR. Essa é uma super tendência atual – fato! Quem não precisa de um “respiro” de ambientes fechados, escritórios, e asfalto atualmente? Então vamos ver como é feita essa conversa?
1.Arranjos e Vasos Verdes Polpudos em Grande Quantidade
Casa Bela - Casa Cor - Verde 03
Casa Bela - Casa Cor - Verde 04
Em muitos e muitos ambientes, o destaque da produção e ambientação ficava por conta dos vasos. Os arranjos dos mais variados estilos em geral se utilizavam de espécies duráveis, como folhagens, suculentas e orquídeas, e conversavam com o estilo da decoração.
2.Jardins Verticais, já foram hit, mas continuam sendo uma ótima opção.
Casa Bela - Casa Cor - Verde 01
Casa Bela - Casa Cor - Verde 02
Em outras edições da Casa Cor, os jardins verticais já atuaram como verdadeiros protagonistas dos ambientes internos e externos. Agora que eles já fazem parte do repertório de projeto da maioria, aparecem de maneiras novas, como um complemento ao projeto de decoração, trazendo é claro, vida e verde aos ambientes.
3.Espécies simples e fáceis de cuidar, velhas conhecidas.
Casa Bela - Casa Cor - Verde 05
Casa Bela - Casa Cor - Verde 19
Sabe aquelas plantinhas que você costumava ver na casa da sua avó? Então, elas estão reaparecendo em todos os lugares, tanto em ambientes internos quanto externos. Principalmente porque são espécies que se adaptam super bem ao nosso clima e são fáceis de cuidar. Junto com elas musgos e suculentas que também se encaixam nesta categoria.
4.Paisagismo de impacto visual, estilo contemporâneo, mas simples de ser executado.
Casa Bela - Casa Cor - Verde 09
Casa Bela - Casa Cor - Verde 20
Os projetos de paisagismo em geral não utilizaram espécies mirabolantes, exóticas, ou jardins de alta complexidade. Seu impacto estava muitas vezes no design, nas cores, nos móveis, no desenho. Misturando gramas, pedriscos, espécies pontuais ou conjuntos, conseguiam um efeito bonito e que pode facilmente ser utilizado em áreas externas de qualquer tamanho.
5.Quadros que trazem o exterior para o interior.
Casa Bela - Casa Cor - Verde 06
Casa Bela - Casa Cor - Verde 08
Fiquei encantada com a seleção de obras de arte em alguns ambientes, principalmente de fotografias. Estes dois especialmente abriam verdadeiras “janelas” para o exterior, nos transportando para lugares como uma rua tranquila e arborizada, ou uma vista deslumbrante do mar. Já estou pensando em qual parede da minha casa vou colocar uma foto dessas!
6.Plantas de pequeno porte, inseridas de forma criativa e charmosa nos ambientes.
Casa Bela - Casa Cor - Verde 07
Casa Bela - Casa Cor - Verde 16
Essa é pra ninguém mais falar que não tem espaço para um vasinho ou uma hortinha! Vasinhos pequenos apareceram das formas mais inusitadas e charmosas. Desde que tenham a iluminação e manutenção correta, eles podem sim trazer um toque de verde para qualquer ambiente! Por serem fáceis de transportar também pode ser feito um rodízio de vasos para que eles fiquem mais saudáveis.
7.Composições de vasos, práticas e fáceis de encaixar em áreas pequenas ou internas.
Casa Bela - Casa Cor - Verde 11
Casa Bela - Casa Cor - Verde 10
Olha que graça essa composição de vasos, e ainda mais este suporte vertical com floreiras quadradas! São soluções que cabem até na minha varandinha, rs. Falta um up no seu ambiente, seja interno ou externo? Um belo vaso, com uma espécie bonita e bem cuidada, com certeza resolve isso!
8.Revestimentos e detalhes típicos de exteriores, trazidos para os os interiores.
Casa Bela - Casa Cor - Verde 18
Casa Bela - Casa Cor - Verde 13
Essa parede do banheiro revestida em pedra rústica, trazia a sensação de que você estava em um daqueles banheiros à céu aberto sabe? Acho que o Sig Bergamin andou olhando minhas ideias, rs. Porque quero fazer algo parecido no meu banheiro do apê! Mais detalhes em breve. Enfim, revestimentos como pedra, deck de madeira, pastilhas, detalhes como fontes, espelhos d’água, trazem a sensação de que estamos lá fora, mesmo estando em ambientes internos.
9.Refinamento de projeto de áreas externas, com as mesmas tendências e preocupação de áreas internas.
Casa Bela - Casa Cor - Verde 14
Casa Bela - Casa Cor - Verde 12
Muitos ambientes de interiores tinham áreas externas, que foram decoradas com a mesma preocupação e tendências dos ambientes internos. Não tem porque só jogar uns móveis feiosos na varanda, assim é claro que nunca será usada. É preciso pensar no conforto, na iluminação, nas cores, na decoração, etc… Da mesma forma, os ambientes de paisagistas apresentaram a mesma preocupação com a composição, com o desenho, com as cores, com as tendências atuais, que teria um profissional de interiores.
10.Áreas externas que funcionam como um prolongamento de áreas internas.
Casa Bela - Casa Cor - Verde 15
Casa Bela - Casa Cor - Verde 17
O ambiente mais comentado, do Migotto, tinha uma área externa enorme, super linda, seguindo o mesmo estilo e cores dos ambientes internos. E assim aconteceu com muitos outros ambientes de arquitetos e decoradores, que decoraram à sua maneira, espaços externos de vários tamanhos e estilos diferentes.Link
Anúncios

Destaques verdes

 

Poucos exemplares já fazem a diferença em ambientes internos

Na casa projetada pelo arquiteto Roberto Aracri, do Rio de Janeiro, RJ, as características da sala de jantar favorecem a presença de plantas, já que o pé-direito alto oferece boa ventilação e as janelas que contornam todo o ambiente proporcionam luminosidade abundante. Por isso, o resultado com a disposição de vasos com palmeiras e lírio-da-paz foi positivo

A arquiteta e designer de interiores Evelin Sayar, de Santo André, SP, integrou a estrutura de uma árvore ao projeto arquitetônico. Para isso, criou um jardim interno delimitado por pedras, cujo tronco da arbórea é a peça central e nele foram colocados alguns pendentes decorativos e um vaso com folhagem

A arquiteta e designer de interiores Evelin Sayar, de Santo André, SP, integrou a estrutura de uma árvore ao projeto arquitetônico. Para isso, criou um jardim interno delimitado por pedras, cujo tronco da arbórea é a peça central e nele foram colocados alguns pendentes decorativos e um vaso com folhagem
A paisagista Monica Castelo Branco, do escritório Botana Paisagismo, do Rio de Janeiro, RJ, aproveitou um cantinho do ambiente interno para projetar uma bela jardineira revestida de madeira e com borda de vidro, onde foram plantados exemplares de lança-de-são-jorge. O conjunto ganha destaque inclusive à noite, devido aos <i>spots</i> com iluminação direcionada

A paisagista Monica Castelo Branco, do escritório Botana Paisagismo, do Rio de Janeiro, RJ, aproveitou um cantinho do ambiente interno para projetar uma bela jardineira revestida de madeira e com borda de vidro, onde foram plantados exemplares de lança-de-são-jorge. O conjunto ganha destaque inclusive à noite, devido aos spots com iluminação direcionada
Para dar um toque especial e também levar um pouco de vida ao <i>home office</i> desta casa, apostou-se na singularidade da palmeira-rápis cultivada em um vaso decorado. Projeto da arquiteta Angela Martins, de São Paulo, SP

Para dar um toque especial e também levar um pouco de vida ao home office desta casa, apostou-se na singularidade da palmeira-rápis cultivada em um vaso decorado. Projeto da arquiteta Angela Martins, de São Paulo, SP
Esta varanda projetada pela designer de interiores Vivian Calissi, da capital paulista, ficou mais bonita com a disposição dos exemplares de ripsális em quadros de bambu fixados na parede

Esta varanda projetada pela designer de interiores Vivian Calissi, da capital paulista, ficou mais bonita com a disposição dos exemplares de ripsális em quadros de bambu fixados na parede
A vegetação agrega cor e aconchego aos ambientes internos de estilo <i>clean</i>. Por isso, o cantinho da sala da casa projetada pelo engenheiro civil Rogério Gomes, da capital fluminense, ganhou um grande exemplar de palmeira

A vegetação agrega cor e aconchego aos ambientes internos de estilo clean. Por isso, o cantinho da sala da casa projetada pelo engenheiro civil Rogério Gomes, da capital fluminense, ganhou um grande exemplar de palmeira
O grande pândano com sua forma escultural se integrou perfeitamente à sala de estilo despojado, destacando-se ainda mais com a iluminação direcionada. Projeto do arquiteto Alfredo Kobbaz, de Pindamonhangaba, SP

O grande pândano com sua forma escultural se integrou perfeitamente à sala de estilo despojado, destacando-se ainda mais com a iluminação direcionada. Projeto do arquiteto Alfredo Kobbaz, de Pindamonhangaba, SP Link

Plantas resistentes para ter em casa

Nem todo mundo domina a arte de cultivar plantinhas dos mais variados tipos, não é mesmo? Afinal de contas cuidar das plantas é uma arte, e entender o que cada uma delas precisa demanda paciência, amor, interesse e tempo para dedicar ao cuidado das verdinhas. Se você adora decorar a casa e as áreas externas com plantas e não tem muito tempo para cuidar delas, vale a pena apostar em espécies resistentes que precisam de poucos cuidados. Vamos conhecê-las?

Suculentas

As suculentas são plantinhas irresistíveis e superbonitas para decorar a casa. Fáceis de manter, elas têm as folhas “gordinhas” e em alguns casos revestidas de cera ou pêlos. Graças a essa estrutura favorável, elas conseguem reter bastante água demandando poucas regas. Elas também são bem resistentes, apesar da aparência delicada, e exigem pouca manutenção. Basta um substrato bem drenado, no mínimo 4 horas diárias de sol e um bom regime de regas, para elas se desenvolverem verdinhas e saudáveis.

Bulbine

A bulbine é uma ótima aposta para quem quer aproveitar o colorido das flores para enfeitar diferentes cantinhos da casa. Com pequenas flores em tons amarelos e laranjados, a bulbine é extremamente bonita e versátil, podendo ser plantada em vasos, canteiros, jardineiras e maciços. Também exige poucos cuidados, perfeita para quem tem pouco tempo, mas não abre mão de encher a casa de vida. =) Deve ser cultivada a pleno sol ou sombra parcial, demandando adubações anuais e o corte das plantas que estão muito altas. Tolerante à seca e à uma alta faixa climática.

Cactos

Não sei vocês, mas a gente ammma os cactos! Eles são bonitos, resistentes e dão uma textura toda especial para as áreas externas. Eles gostam de muitas horas de luminosidade direta e pouca água, ou seja, você praticamente não tem trabalho nenhum para mantê-los lindos e verdinhos. As regas são a cada sete ou dez dias.

Moreia

São bem resistentes à temperaturas altas e ao frio, com folhas bonitas que crescem e se transformam em touceiras densas de folhas finas, estreitas e flexíveis. São plantas usadas em áreas externas, como em jardins, canteiros, muros e entradas. Têm uma pequena flor branca com tons amarelados no interior, que salpicam o verde com beleza e vida. As mudas devem ser plantadas com certa distância, pois formam tufos densos.
Você tem alguma destas plantas em casa? Ou cultiva alguma outra? Comente!