Edward James

Um inglês de 40 anos passa a criação de um enorme jardim com paisagem nas selvas montanhosas do Follies do México Região Huesteca. Talvez tenhamos descoberto um até então desconhecido ou um romance inédito de Graham Greene, Gabriel García Márquez? Não. É para real. Edward James, o poeta e rico patrono do surrealismo, West Dean em Sussex, que já possuía, comprou o rancho em Las Posas Xilitla em 1944 e, em colaboração com Plutarco Gasbélum Esquer, passou os próximos 40 anos criando uma espécie de Stowe surrealista ou Buffo Bomarzo – um parque com canais, piscinas, e, acima de tudo, cerca de 40 diferentes Follies (acima), construídas em concreto, a maioria dos que foram deixados inacabados em sua morte.
Eu tenho visto tanta beleza como um homem raramente viu;
por isso vou ser grato a morrer neste pouco espaço,
cercada pelas florestas, o grande tristeza verde
de árvores minha melancolia – e apenas o som, o som de verde.
Aqui no meio do calor da chuva, que poderia ter sido
é resolvido na ternura de um castigo de altura
que diz: “Você fez o seu melhor descanso,” – e depois de a flor
do que você amou e plantou ainda irá sussurrar o que você quer dizer.
E os fantasmas dos pássaros que eu amava, vai assistir-me a cada um amigo;
como eles devo ter voado para além do reino das palavras.
Você, por entre as árvores, deve ouvi-los, muito depois do fim
chamando-me além do rio. Para os gritos dos pássaros
continuar, como – defendida pelo cortejo das suas asas –
a minha alma entre silêncios estranhos ainda canta.

-Edward James, Poeta 1907 – 1984 

Arquivo: Las Pozas Xilitla 0407 036.jpg
Jardim surrealista Sir Edward James, Las Pozas, Xilitla, México
Arquivo: Laspozas1.JPG