O CHARME DAS SUCULENTAS

 

Pequenas, gordinhas e versáteis, essas plantas são ótimas opções para donos inexperientes. Elas são super-resistentes e podem ser colocadas em vasos dentro ou fora de casa. Link

  (Foto: Célia Weiss)(Foto: Célia Weiss)
  POR STÉPHANIE DURANTE
Amantes do sol
A insolação que bate nessa cobertura poderia ser um problema na hora de escolher as espécies, mas o paisagista Gilberto Elkis tirou proveito dessa característica e instalou bacias de barro, da Atelier Z’Figueiredo, com diversos tipos de aortias, echeverias, bálsamos-azul e dedos-de-moça. “As suculentas adoram sol! Elas se desenvolvem bem, florescem e, depois de um tempo, até começam a mudar de cor”, conta ele. Na página ao lado, fonte com pedras e tijolos, da Palimanan, e biqueira, da Teya Ferragens.
  (Foto: Célia Weiss)(Foto: Célia Weiss)

  (Foto: Célia Weiss)(Foto: Célia Weiss)
Árvore na varanda
Apaixonada por suculentas, a paisagista Paula Galbi fez questão de ter alguns exemplares na varanda do seu apartamento. A planta-jade, que é super-resistente e produz delicadas flores brancas, ficou em uma das pontas, próxima ao banco de marcenaria. “Comprei essa jade há oito anos e acabei me apaixonando. Uso em quase todos os projetos e costumo fazer brotinhos dela para presentear os amigos. É só tirar um galhinho e colocar na terra que já enraíza”, explica Paula. A espécie, conhecida também como árvore-da-amizade, é ótima para a prática de bonsai.


  (Foto: Célia Weiss)(Foto: Célia Weiss)
Decoração irreverente
Para compor a área externa do seu escritório, a paisagista Gigi Botelho escolheu dois itens inusitados: um carrinho de supermercado e uma antiga mala de couro. O primeiro foi pintado de roxo e recebeu diversos vasos com echeverias. Placas de madeira pintadas na mesma cor escondem os recipientes que foram dispostos lado a lado, formando uma camada verde. Dentro da “mala cabeluda”, Gigi colocou alguns vasos com ripsális. Assim, o couro não é prejudicado com as regas.

   (Foto: Edu Castello)(Foto: Edu Castello)

Novos usos

Claudia Regina, dona do Ateliê La Calle Florida, adora criar arranjos que misturam suculentas e utensílios domésticos, comosacolas de feirafôrma de bolo e bule, que aparecem nas fotos. “Plantei as espécies direto na sacola, que, por ser de tecido furadinho, é bem drenável”, conta Claudia, que usou bálsamos-azul (1 e 7), planta-pérola (2 e 5) e echeverias (3, 4, 6, 9 e 10). A fôrma não têm furos na base. Então, para evitar que a terra fique encharcada, é preciso maneirar nas regas. Na última composição, a muda de rosário (8) plantada dentro do bule cai sobre o tacho de barro.
  (Foto: Edu Castello)(Foto: Edu Castello)

  (Foto: Edu Castello)(Foto: Edu Castello)
Beleza individual
paisagista Edu Bianco, da Flamboyant Paisagismo, propõe duas maneiras de expor suculentas. Na foto abaixo, ele plantou uma muda de echeveria na escultura feita com um pedaço de tronco de grápia pela designer Monica Cintra. Ao lado, os exemplares de echeveria, bálsamo, crássula, e orelha-de-gato foram dispostos em vasos vietnamitas e chineses, ambos da L’Oeil. “Gosto de usar musgo-pedra ou musgo-fofão para esconder a terra e fazer o acabamento no vaso. É um complemento interessante às suculentas”, afirma Edu.
  (Foto: Edu Castello)(Foto: Edu Castello)

2 comentários sobre “O CHARME DAS SUCULENTAS

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s