Trepadeiras para sombra

hera

Hera, Hedera , é uma planta fácil para estes casos. Claro que você já viu muitas casas com fachadas cobertas de hera. É uma planta perene, que se prende à parede e cobre muito rapidamente .

hortênsia petiolaris

Hydrangea petiolaris . Uma bela hortênsia com uma flor delicada que se assemelha a um laço branco fino. É um arbusto de folha caduca que não requer nenhum apoio e pode crescer até 15 m de altura.

parthenocissus

Parthenocissus ou virgem videira .  Vinhas para pequenos espaços, resiste frio , é de folha caduca e deixa virar vermelho antes de cair. Cobre uma parede rapidamente.

Schizophragma

Schizophragma , uma alpinista que produz inflorescências semelhantes a hortênsia petiolaris e, portanto, é conhecida como falsa hortênsia. Sua envergadura é ligeiramente menor, uma vez que atinge 8 ou 9 m máximo.

Clematis e Trachelospermum jasminoides

Clematis , decídua em geral (existem algumas variedades perenes), também adequada para pequenos espaços.  Esta foto é do que eu tenho misturado com jasminoides Trachelospermum.

O jasminum nudiflorum tem a particularidade de florescer no final do inverno , antes das folhas saem, portanto, a ser conhecido como jasmim de inverno. As flores são pequenas e amarelas;é uma planta forte, que pode chegar a 3 m, alta e larga.

pyracantha

O pyracantha é perene , ela perde suas folhas no inverno. No início do verão emite pequenas flores brancas que maduro, e no outono, cheio de plantas bagas vermelhas ou laranja .

madressilva

Lonicera japonica , madressilva é uma trepadeira amplamente utilizada para cobrir cercas e grades, pois ela precisa ser orientada sobre um suporte e flores da primavera ao outono, com flores perfumadas.Foto: commons.wikimedia.org Link

TIPOS DE TREPADEIRAS: PLANTAS QUE ENFEITAM CERCAS E MUROS

Muitas plantas são atraentes para quem adora jardinagem. Mas poucas chamam tanto a atenção como as trepadeiras. Sendo a maioria com origem no Brasil, precisamente nas regiões do sudeste e nordeste, essa espécie de planta muito conhecida também como “Primavera” ou ainda “Buganvile”, é da família das herbáceas que tem como principal características caules secos e rígidos. A planta apresenta diversas vantagens como oferecer um visual bem bonito ao jardim ou local, chegando a esconder até mesmo aqueles ambientes com paredes não muito bonitas. Outra vantagem é também proporcionar sombra e tornando o clima muito mais fresco dentro de um local. Como toda espécie de planta, exige um cuidado especial para que possa crescer em um sentido favorável dependendo da situação. Um fator que pode acabar sendo preocupante para as trepadeiras é acabar prejudicando a estrutura de muitos prédios e casas ao entrar na argamassa em casos de enfraquecimento.
Tipos de Trepadeiras: Plantas Que Enfeitam Cercas e Muros
Tipos de Trepadeiras: Plantas Que Enfeitam Cercas e Muros

Conhecendo alguns Tipos de Trepadeira

 Existem muitos tipos de trepadeira. Com uma variedade muito grande de espécies, dentre as principais é possível citar:
  • 1-    Trepadeira Africana: Com pétalas amareladas, esse tipo de trepadeira tem uma floração extraordinária e é muito eficaz para cobertura em cercas, muros, e também sendo usada de forma pendente em algumas jardineiras suspensas. Seu cultivo pode ocorrer à meia luz ou também sob sol intenso. Por não exigir podas regulares sua manutenção acaba sendo muito mais fácil.
  •  2-    Jasmim de Madagascar: Espécie de trepadeira com característica volúvel. Suas folhas verdes, brilhantes e espessas acabam criando um belo contraste com as flores brancas, criando uma beleza inigualável. Esse tipo de planta é muito sensível ao sol mesmo gostando de certa quantidade de luz. Em ambientes que ocorrem frios intensos a Jasmin de Madagascar acaba demonstrando certa intolerância a essa temperatura. Pode ser cultivada em vasos, mas não deve ser usada muita água, pois é sensível a umidade excessiva, que pode gerar até apodrecimento de suas raízes.

  • 3-    Sete Léguas: Conseguindo chegar a uma altura de até 12 metros, essa espécie de trepadeira é do tipo lenhosa, sendo bem vigorosa e rústica. Possui uma beleza sem igual em suas flores que são bem grandes, lembrando um formato de trombeta. É considerada uma planta forte, ideal para ser apoiada em estruturas como muros. Possui também certa sensibilidade com o frio intenso, chegando até a perder um pouco de suas folhas em casos assim, mas não demorando em voltar a brotar novamente.
Sete Léguas
Sete Léguas
  • 4-    Guaco: Essa trepadeira consegue chegar até 3 metros de altura e tem um crescimento muito rápido sendo muito usada para cobrir grades e grandes cercas. Pelo fato de ser uma planta rústica não exige muita manutenção onde apenas é importante controlar seu crescimento com algumas podas. Tem como principal característica diversas funções medicinais como combate a gripes e resfriados, doenças respiratórias, problemas reumáticos, entre outras patologias, o guaco é uma planta bem popular e conhecida.
  •  5-    Ipomeia: Também é mais uma trepadeira de crescimento muito rápido originário da América do Sul, sendo muito rústica e com flores de coloração rosa. Sua característica é de ser bem volúvel, ou seja: enroscando-se com facilidade sobre muitos tipos de suportes. Tem maior tolerância ao clima tropical e temperado. Pode crescer mesmo em solos com pouca fertilidade através de sementes.  Existem diversas espécies de trepadeiras ainda não citadas acima. Cada qual com sua peculiaridade, sempre são muito bem apreciadas por diversas pessoas em todo o mundo.

Dicas Importantes Para Plantar uma Trepadeira

Para um melhor desempenho das trepadeiras, o ideal é que sejam plantadas corretamente para conseguir uma cobertura por igual no local escolhido. As principais dicas são:
  •  1-    Algumas espécies fixas são aquelas que ficam direto nos muros e a principal recomendação é que sejam plantadas com espaço médio de um metro entre suas mudas. Os tipos mais indicados são a unha de gato, hera de inverno e hera inglesa.
  • 2-    Para as trepadeiras com característica de cipó, estas devem ser plantadas com espaçamento maior de aproximadamente dois metros entre as mudas e em torno de 20 cm do muro. As mais indicadas para essa finalidade são: sete léguas, maracujá e tumbérgia.
  • 3-    Outra informação importante no plantio das trepadeiras é na hora de cuidar das espécies que crescem livremente como a tumbérgia azul. Para esses tipos, é importante preservar uma distância de um metro e também 20 cm do muro. Uma espécie que também é muito propício para o crescimento livre é o jasmim estrela.
  • 4-    Também é muito importante saber que pessoa que tem interesse em que a trepadeira preencha por completo algum muro ou parede, deve evitar o cultivo da planta em jardineiras ou mesmo em vasos.
  • 5-    O principal fator que deve ser levado em conta para controlar o tamanho de uma planta desse tipo é sua poda regular que deve ser feita após o período em que as flores se desenvolvem.
Dicas Importantes Para Plantar uma Trepadeira
Dicas Importantes Para Plantar uma Trepadeira

A Escolha do Tipo de Trepadeira

Escolher um determinado tipo de trepadeira na grande maioria dos casos pode variar muito de pessoa para pessoa. Pelo fato de possuir muitas espécies no mundo todo, a variedade torna a escolha por esse tipo de planta em algo muito variado. Geralmente pessoas que optam em cultivar algum tipo de trepadeira, em específico têm alguma ideia inicial ou projeto que pode ser simplesmente cobrir uma parede que não esteja em boas condições, ou ainda simplesmente deixar o ambiente com um colorido bem mais especial. Na verdade o que é muito mais importante, é como a pessoa consegue realizar a manutenção da planta, uma vez que se não for feita corretamente acaba por tornar tudo um verdadeiro caos, onde pode crescer demasiadamente e invadir algumas áreas que não são ideais. Link

Trepadeira Caracol (Vigna caracalla)


Também conhecida popularmente por Caracala, Trepadeira-caracala, , Flor-concha, é uma trepadeira perene, com belíssimas flores exóticas e suavemente perfumadas, porém ainda pouco conhecida e difundida, é capaz de crescer de 6 a 8 m em condições ideais de cultivo.

Suas folhas são de cor verde e com margens inteiras. A floração ocorre na Primavera, Verão e Outono. As flores são sustentadas em cachos pendentes, que variam do branco, verde ao amarelo com pétalas arroxeadas a róseas, em surpreendentes degradés. 

A pétala superior é ovalada e a inferior é fortemente curvada, como uma concha de caracol. As flores produzem néctar abundante e são atrativas para abelhas. 

Vigorosa e de rápido crescimento, é uma opção perfeita para cobrir caramanchões, pérgolas, treliças, arcos, cercas, árvores e tantos outros suportes no jardim. Também pode ser plantada em vasos, desde que lhe seja oferecido suporte. 

Deve ser cultivada sob sol pleno, em solo fértil, drenável, enriquecido com matéria orgânica e irrigado regularmente. Planta tipicamente tropical, aprecia o calor e a umidade. Não tolera o frio ou geadas.

Em países de clima temperado deve ser protegida em interiores ou casas de vegetação no inverno. Mesmo assim, ela pode perder as folhas no período frio, mas volta a brotar na primavera. 

Também pode ser cultivada sob meia-sombra, mas neste caso a floração é reduzida.


Link

É Primavera, te amo!!

Natural do Brasil (Bahia,
Minas, Rio, São Paulo ,Mato Grosso do Sul e Santa Catarina) este arbusto escandente é popularmente conhecido como trepadeira.
Lenhosa e muito vigorosa, pode atingir 20 m de altura em seu habitat natural. Ela cresce encostada em grandes árvores e utiliza-se delas como tutores.
São duas  as suas variações:
Spectabilis, ocorre em cores mais intensas: branca, laranja, ferrugem, vinho, sulferina e rosa;
Glabra que tem tons mais suaves, mas que são mais  resistentes ao frio do sul.
Quem primeiro se encantou com esta flor brasileira, foi o almirante Frances  Luis Antoine de Bougainville que passou por aqui pelos anos 1767 e 1769. Ele coletou alguns exemplares desta planta e levou para o rei Luis XlV. Por isto, o nobre  o homenageou  dando a linda espécie tropical o seu nome. Este mesmo rei, foi quem difundiu a planta pelo mundo, com o nome já latinizado de Bouganville. Já o outro nome “primavera”, foi dado por ela florescer nesta estação e também no início do outono.  Na Europa porém, ela dá flores apenas na primavera.
Linda e esplendorosamente colorida, esta é sem dúvida, a trepadeira mais cultivada nos jardins tropicais do mundo inteiro.
Para florir , as primaveras ou bouganvilles, preferem solos férteis e ricos em matéria orgânica e as podas devem ser feitas entre julho e agosto… e como as podas reduzem as floradas  subsequentes, deve-se remover apenas galhos velhos.
Encantem-se com essas fotos!

Poluição pode diminuir com plantas trepadeiras

Por Mariana Montenegro 

Você sabia que deixar plantas trepadeiras nas fachadas cria corredores verdes pelas cidades que podem diminuir a poluição em até 30%? Segundo um estudo britânico publicado no periódico Tecnologia e Ciência do Ambiente, as trepadeiras podem ser uma medida mais eficiente para filtrar a poluição desses grandes centros urbanos.
A criação dos corredores verdes, vários prédios com paredes inteiras cobertas por um tipo único de planta, são similares a jardins verticais.
De acordo com especialistas, as plantas trepadeiras têm vantagens práticas além do benefício ambiental. A implantação desse tipo de vegetação nas grandes cidades pode salvar o meio ambiente local e trazer benefícios para nosso planeta. E você, plantaria trepadeiras na fachada da sua casa?